O chope especialmente gelado pode ser servido em chopeiras com formato de guidão de moto ou instrumentos musicais, em casa ou nos bares e restaurantes

Para organizar uma festa especial ou impressionar nas reuniões familiares, a bebida é essencial. E, para quem aprecia um chope gelado em casa ou quer oferecer o produto com qualidade e estilo em seu estabelecimento comercial, o mercado de chopeiras oferece vários modelos que se destacam pela criatividade.

Basicamente, as choperias são vendidas em dois modelos. Um deles é a tradicional chopeira de bancada, que é a mais comum. Ela pode ser a gelo, mais simples, ou elétrica, que é difereciada pela quantidade de chope tirado por hora, 30, 40, 50, 70, 90 ou até 110 litros.

Por outro lado, existem as chopeiras de torre, em diversos e inusitados modelos. A campeã de vendas, neste formato, é a Naja, que representa 90% dos modelos vendidos para residências. Ela pode ter duas ou três torneiras e permite tirar dois tipos de chope, claro e escuro, por exemplo. O nome, peculiar, se refere ao modelo que lembra a serpente.

Aliás, no mercado atual há modelos bem inusitados. Seja em formato de instrumetos musicais, imitando um guidão de moto, ou com opções para personalização. Alguns modelos permitem inserir a foto da família ou logo do cliente.

“Nosso mais recente lançamento é a Bock Neon. A chopeira é iluminada por leds e foi apresentada ao público em março no Festival da Cerveja, que aconteceu em Blumenau”, ressalta Daniel Gonçalves, responsável pelo departamento de marketing da Memo.

Os apaixonados por chope podem, ainda, levar sua bebida preferida para qualquer lugar. Para isso, foi criada a mochila chopeira, que comporta até 10 litros da bebida. 

Comentários via Facebook

Comentários via Facebook

Responder

Conectar com: